DISPLASIA COXOFEMORAL EM FELINO: RELATO DE CASO

Autores

  • Drielle Martins ZUPIROLLI
  • Thalita Masoti BLANKENHEIM

Resumo

A displasia coxofemoral é o desenvolvimento anormal da articulação do quadril. Eventualmente é relatada em felinos. A causa da displasia coxofemoral são multifatoriais, como fatores hereditários e ambientas que resulta no desenvolvimento anormal do osso e dos tecidos moles. Os sinais clínicos observados ao exame físico são, dor na extensão da articulação do quadril, a redução da amplitude dos movimentos, atrofia da musculatura pélvica e crepitação durante a manipulação articular. O teste de Ortolani que é considerado como diagnostico em animais de qualquer idade. Como diagnostico também é usado a radiografia. Há uma vários tipos de tratamento disponíveis em casos de displasia coxofemoral, podendo escolher entre o tratamento conservador e o cirúrgico. Este presente trabalho vem relatar o caso de um felino, macho, sem raça definida, de um ano de idade, o qual apresentou uma variedade de sinais que não indicavam displasia coxofemoral, comprovando assim que a doença em gatos pode ser subdiagnosticada. Ao final concluiu-se que nem todo caso deverá ter tratamento cirúrgico e para evitar a ocorrência da doença é preciso fazer o controle de natalidade de animais que forem positivos para displasia coxofemoral.

Publicado

2021-05-05

Edição

Seção

Artigos