MEIO AMBIENTE DO TRABALHO: SAÚDE E SEGURANÇA DOS COLETORES DE LIXO

Autores

  • João Lucas MENEZES
  • Vitoria CALDERONI
  • Eduardo PEREZ
  • João Victor ESTUQUI
  • Rudney SILVA
  • Rafaela FIGUEIREDO
  • Elizangela C B CALDEIRA
  • Lygia Ap. G G CORREA

Resumo

. O presente trabalho tem o intuito de demonstrar a saúde e segurança do trabalho dos coletores de lixos. Com crescimento das cidades, aumento do consumo torna-se cada vez maior o número de dejetos descartado, maioria das vezes o lixo é posto para fora em lixeiras para os coletores retira-los das ruas levando para o aterro. A profissão de coletor de lixo é umas das mais perigosas. O trabalhador precisa ser respeitado como pessoa e quando notar que seu trabalho possa por sua saúde em risco ele ter autonomia para dizer não afinal a sua vida é mais importante que a conclusão de uma tarefa. Assim que o trabalhador se sentir ameaçado ele possa pedir maneiras cabíveis de executar seu trabalho sem colocar sua saúde em risco. Esses profissionais possuem grande importância para a saúde e bem-estar da sociedade, porém são discriminados pela maioria da população. Para a Constituição Federal, o trabalho de coletar lixo doméstico é considerado moderado, porém se analisado de maneira criteriosa e individualizada, o mesmo pode ser considerado como trabalho de alta intensidade, o qual pode causar danos irreversíveis na saúde destes trabalhadores. As atividades realizadas ao ar livre, como por exemplo em ruas de asfalto precário, expõem diariamente os profissionais ao calor, frio, chuva, variações bruscas de temperatura, ruídos e vibrações somadas ao trânsito e aos quilômetros que percorrem a pé durante as descidas e subidas ao caminhão.

Publicado

2021-05-05

Edição

Seção

Artigos