CONHECIMENTOS E PRÁTICAS REFERIDOS POR IDOSOS NO AUTOCUIDADO COM A PELE

Autores

  • Poliana dos Santos CARMO
  • Karolyne de Oliveira PAULINO
  • Bianca Zezi SANCHES

Resumo

Introdução: O envelhecimento é um processo natural, lento, progressivo e irreversível, influenciado por diversos fatores, em especial os extrínsecos que implica em alterações em nível celular. A pele do idoso está sujeita ao fotoenvelhecimento por exposição aos raios UV sem proteção adequada desencadeando o envelhecimento cutâneo expondo o paciente   a vários riscos dentre eles as neoplasias malignas de pele. Objetivo: Este estudo tem por objetivo avaliar o conhecimento e a prática referidos por idosos em relação ao cuidado básico com a própria pele Metodologia: Trata-se de um estudo de campo transversal, quantitativo e quantitativo com treze voluntários com idade igual ou superior a 60 anos de ambos os sexos atendidos na Clínica Escola de Fisioterapia e Estética da União das Faculdades dos Grandes Lagos-UNILAGO de São José do Rio  Preto SP. A pesquisa foi realizada por  meio de  questionário autoaplicável e  mediante  aceitação  e  assinatura  do  TCLE. Resultados: Dos 13 pesquisados, 76,9% protegem a pele contra o sol com algum mecanismo de proteção, 69,23% dos pesquisados usam protetor solar e somente 30,76% não utilizam protetor solar, entretanto 84,61% não fazem uso de produtos para cuidados faciais.  Conclusão: De acordo com os dados da pesquisa a grande maioria dos pesquisados protegem a pele contra o sol com algum mecanismo de proteção, e a maior parte dos pesquisados usam protetor solar evidenciando um alto uso de meios de proteção da pele entre os pesquisados.

Publicado

2021-05-06

Edição

Seção

Artigos